pokerstars

O sucesso turco: quem disse que as novelas estavam com os dias contados?

Em seu primeiro mês no ar, a TNT Novelas, canal composto inicialmente só por produções turcas, teve um aumento de 123% de audiência em comparação o canal que ocupava aquele espaço antes, o TBS.

É verdade que o TBS estava praticamente abandonado à própria sorte havia pelo menos três anos, mas a iniciativa da Warner Bros Discovery em apostar em um novo segmento deu resultado imediato.

Os dados foram obtidos com exclusividade por Splash e consideram o público geral da TV por assinatura no PNT, o Painel Nacional de TV da Kantar Ibope Media, que mensura as 15 regiões metropolitanas de maior consumo do país.

No recorte feminino, o êxito é maior, apontando para 143% de crescimento, enquanto entre o público masculino a subida foi de 108%.

"É gratificante ver que o público já se conectou com a TNT Novelas desde o início", comemora Mônica Pimental, vice-presidente de Conteúdo de Brasil da Warner Bros. Discovery. "Esses resultados mostram que estamos no caminho certo na atualização de nosso portfólio, gerando sempre valor para nosso assinante, anunciantes e parceiros", completa a executiva.

O resultado fez com que o canal figurasse por vários momentos nos TOP 20 e TOP 10 de toda a TV por assinatura ao longo do mês passado.

No dia 27 de julho, a exibição de "Será Isso Amor" levou a TNT Novelas à 9ª posição da TV paga. No mesmo dia, "Um Milagre" atingiu a 16ª posição. E no dia seguinte, "Iludida" deixou o canal na 16ª posição do ranking da TV paga.

Outros títulos turcos que não fazem feio no ibope são "Meu Lar, Meu Destino", baseado no livro da terapeuta Gülseren Budayicioglu, no qual ela narra a vida real de um de seus pacientes, e "Amor Sem Fim", vencedora do Emmy Internacional de Melhor Telenovela.

Vai na Fé

Moisés (Guilherme Winter) na novela Os Dez Mandamentos (Reprodução/Record TV)
Moisés (Guilherme Winter) na novela Os Dez Mandamentos (Reprodução/Record TV) Imagem: Reprodução / Internet

Obrigado a cumprir cotas de produção nacional, como manda a lei da TV paga no Brasil, o TNT Novelas exibirá, em breve, a novela de maior sucesso da Record, "Os Dez Mandamentos".

Continua após a publicidade

Embora já tenha sido vista e revista à exaustão não só na sua emissora de origem, mas em outros canais, além de plataformas de streaming como a Netflix, a trama normalmente funciona para alavancar a audiência por onde quer que passe.

Enquanto importa folhetins e compra produções brasileiras de terceiros, a Warner Bros. Discovery vai trabalhando na produção de duas obras para inaugurar suas próprias novelas, em versões mais curtas que as convencionais. São melodramas que futuramente estarão no TNT Novelas.

Com primeira janela de exibição prevista para o serviço de streaming do grupo, HBO Max (que passará a se chamar apenas MAX), estão em fase de produção as novelas "Beleza Fatal", com Camila Pitanga e Murilo Rosa, e um remake para a aclamada "Dona Beja", com Grazi Massafera revivendo o papel que foi de Maitê Proença em 1985, na extinta Rede Manchete.

A iniciativa faz frente ao histórico êxito do gênero no Brasil, liderado com folga pela Globo e já alvo de apostas da Netflix. Assim como as tramas em produção pela HBO Max, a Netflix trabalha com atores que se tornaram astros pela rede dos Marinhos e perderam o vínculo de exclusividade com o grupo brasileiro.

Na HBO Max e na Netflix, as produções nacionais terão menos de 40 capítulos, com possibilidade de ganharem duas ou três temporadas, como manda o ritmo das séries.

No Globoplay, que concentra todo o acervo de novelas da Globo e vem produzindo folhetins com exibição prioritária para o serviço pago, "Todas as Flores" chegou a 85 capítulos, mas "Guerreiros do Sol", próxima produção da fila, será feita de apenas 45 episódios, o que corresponde ao tamanho que uma minissérie tinha na Globo nos anos 1990.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes
pokerstars Mapa do site