pokerstars


Topo

É verdade que sal ajuda a aliviar sintomas de rinite e sinusite?

Arte pokerstars
Imagem: Arte pokerstars

Carina Gonçalves

Colaboração para VivaBem

14/06/2023 04h00

O sal de cozinha (mineral formado principalmente por cloreto de sódio) está presente nos alimentos, ajudando a manter o equilíbrio de fluidos do corpo, regular a pressão arterial, contração muscular e na transmissão de impulsos neurais.

Esse ingrediente também pode ser um aliado no tratamento complementar de riniteesinusite, ajudando a aliviar a congestão nasal e melhorar a respiração.

A lavagem nasal é importante para a irrigação do muco e reduzir a quantidade de vírus, bactérias, poluentes e alérgenos. Estudos comprovam que a prática ajuda na redução de doenças crônicas e no tratamento de rinossinusite. E o sal pode ser usado nessa limpeza.

"As soluções salinas ajudam a reduzir a inflamação e a congestão nasal, bem como promover a limpeza das vias aéreas. Lavar o nariz deve fazer parte da nossa higiene diária", afirma Daniel Destailleur, otorrinolaringologista do Hospital Santa Catarina (SP).

Essa maneira de intervenção para quaisquer tipos de patologia não está aprovada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), lembra o médico Luciano Gregorio, otorrinolaringologista do Hospital Albert Einstein (SP). "É uma opção segura e eficaz para alívio dos sintomas, mas não deve ser considerada como tratamento único para essas condições", explica ele.

Como fazer a lavagem nasal?

Lavagem nasal em criança - Getty Images/iStockphoto - Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Os médicos indicam o soro fisiológico, que tem cloreto de sódio na composição, mas explicam que o sal de casa pode ser usado no preparo da solução que será usada para lavar o nariz.

Esquente cerca de 200 ml de água até deixá-la em estado morno, não muito quente para evitar irritação, e misture-a com uma colher de chá de sal de cozinha. Coloque-a em uma seringa própria para a lavagem do nariz.

Enquanto faz em uma narina, mantenha a cabeça inclinada para que a água saia pelo outro lado.

A lavagem é importante para manter o equilíbrio das células nas mucosas nasais, ao evitar a desidratação ou o inchaço excessivo, ajudando a reduzir a inflamação local. Também atua limpando as partículas presas nas vias respiratórias e removendo o muco.

Existe um sal que é vendido especificamente para fazer lavagem nasal, que é mais puro, mas os médicos consultados dizem que o sal comum também pode ser utilizado.

Basicamente, o sal provoca um aumento do batimento ciliar do sistema respiratório, o que realmente melhora a secreção do muco. É a mesma ideia da inalação feita com soro fisiológico.

Tratamento de haloterapia pode ajudar?

Haloterapia - Carine Wallauer/pokerstars - Carine Wallauer/pokerstars
Imagem: Carine Wallauer/pokerstars

Ahaloterapia é um tratamento em que a pessoa permanece em uma sala ou casulo revestido por sal, inalando partículas de cloreto de sódio por determinado tempo, levando a uma limpeza e diminuição do processo inflamatório da mucosa nasal e paranasal.

A prática natural pode ser recomendada para a melhora de doenças respiratórias, dermatológicas e alergias, inclusive para asma.

Existem vários spas e clínicas de estética pelo Brasil que oferecem o serviço. Entretanto, o otorrinolaringologista Gregório adverte ao afirmar que na literatura médica não existem evidências de que a haloterapia traga benefícios para o tratamento de doenças respiratórias.

Apesar de ser considerada segura, tendo estudos que comprovam a potencialidade benéfica da terapia para asma, bronquite e doença pulmonar obstrutiva crônica, a qualidade de evidência é baixa e os estudos têm limitações metodológicas graves, o que os tornam questionáveis.

Além de apresentar um risco grave em pacientes com alguns tipos de condições respiratórias, como fibrose cística ou doenças pulmonares intersticiais.

Qual a diferença entre rinite e sinusite?

A rinite é uma doença inflamatória da mucosa na cavidade nasal, podendo ser de curta ou longa duração. Corresponde a uma resposta imunológica exagerada do corpo a alérgenos, como ácaros, pelo de animais, mudanças brutas da temperatura e outras substâncias, podendo estar associadas ou não a cheiros fortes.

Ela afeta 30% da população mundial, sendo 20% crianças, de acordo com a Internacional Study of Asthma and Allergies. Os principais sintomas são:

  • Nariz entupido
  • Redução do olfato
  • Coceira nasal, na garganta e nos olhos
  • Espirros

A sinusite é a inflamação aguda ou crônica da mucosa do nariz e das cavidades paranasais (os ossos ao redor dos olhos, maçã do rosto e testa). Essa inflamação pode ser causada por vírus, bactérias ou fungos e ter uma origem alérgica ou traumática.

Existem duas situações de agravamento. No caso agudo, os sintomas são a obstrução nasal e corrimento nasal, acompanhado de pressão facial e perda de olfato temporária, sendo causado por vírus e bactérias.

Quando o problema é crônico pode durar mais de 12 semanas, o motivo para tal inflamação é incerto.

Os principais sintomas da sinusite são:

  • Secreção espessa
  • Dor de cabeça, no nariz e na testa
  • Tosse
  • Dor ao pressionar o rosto, que pode indicar uma infecção bacteriana
  • Obstrução nasal
  • Redução do olfato
  • Cansaço
  • Febre

Fonte adicional consultada: Emanuel Sarinho, alergista do Hospital das Clínicas da UFPE.


pokerstars Mapa do site